quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Desculpe Chico


O que será que será,
que me remete à mente e nunca será...
que eu já tive a chance e insisti em errar...
que vivo um presente e não posso parar...
que sinto as lembranças sem poder tocar...
que já não possuo ombros para enfim recostar...
que possuo amigos ali e acolá...
que algumas feridas o tempo irá curar...
que outras apenas, cicatrizar...
que algumas músicas ainda irei tocar...
que outras apenas, ouvir e chorar...
que tudo isso é besteira para se lamentar...
que eu só queria saber o que será que me dá...
...de verdade...

Um comentário: