domingo, 25 de dezembro de 2011

Transcrições de Pedro...


Uma vez fiz parte de um debate entre dois pequenos cérebros..
Assim percebi que:
...nós nascemos sozinhos e morremos sozinhos, muitas pessoas passam pelas nossas vidas...
...mesmo sabendo que não deveríamos confiar tanto nas pessoas e se entregar para as relações sejam elas quais forem, nós sempre nos entregamos...só que no final somos só nós e nós mesmos...independente de qualquer laço...
...pai, mãe, amores, amigos...é como ser só...sempre e pra sempre...
...no final, é tu e tu mesmo...
...com tuas lágrimas, sorrisos, experiências e com a cabeça funcionando no travesseiro quando dormimos...
...é como se não pudéssemos nos entregar tanto para as coisas da vida...como se tivéssemos que ter rédias, sabe!?
...de nós mesmos...

Um comentário:

  1. As vezes a vida nos dá verdadeiras lições... Ela se repete a cada dia, como um ciclo que se reinicia todos os dias... E algumas pessoinhas sabem como ser gente, sabem fazer a diferença... Sabem mudar um dia, um sentimento... um verdadeiro presente de "natal", um presente que dinheiro nenhum pode comprar...

    ResponderExcluir