quarta-feira, 8 de junho de 2011

Chocolate...Desculpe-me...


Antes que alguém me almadiçoe por trazer à tona assunto tão irresistível quanto esse produto quase perfeito feito pelo homem...ele podia funcionar da maneira que pensamos...
O chocolate nos leva do hábito ao vício tão repentinamente como o álcool nos leva à leve embriaguez...afinal, para que?...
Antes possamos imaginar...o início, vira um durante de forma tão veloz, que o fim chega ao seu destino...procurá-lo novamente...
Até hoje...ele não resolveu meus problemas de ansiedade...
Nem conseguiu me machucar com pensamentos alheios ruins sobre minha pessoa enquanto alguém o comia...
Na verdade eu queria que ele tivesse apenas uma utilidade...
Que ele possuísse todos os atributos que curassem as feridas, mágoas e aflições femininas...
...o por quê do altruísmo de minha parte?
...bem...digamos...digamos que eu também gosto de chocolate...

Nenhum comentário:

Postar um comentário