segunda-feira, 9 de maio de 2011

Ping-Pong


Certos fatos corroboram com a tal insanidade de que tanto os seres humanos são julgados...
Precisa-se de fatos específicos?...não...não é necessário...
Precisa estar sob o efeito de alguma coisa?...tão pouco...
Intimidade?...talvez como um meio...talvez...
Mas até onde percebo um simples tête-à-tête já serve como um ótimo estopim para todo o resto que há de vir...
Queremos as mesmas idéias...adoramos...que nos contrariem...somos instigados para ir até o fundo do poço (mesmo que contra nossa vontade)...
Quando estamos juntos...queremos descobrir a minha liberdade...ou a sua...quem sabe...bom....
Essas infinitas réplicas nos servem como combustível de algo muito maior que nos alimenta...a recompensa...
É a minha droga...nossa...além da recompensa material...que presumo, que é a que tenha menos valia em cima disso...nossas satisfações...são...geralmente...buscar algo no outro...o acordo...o rompimento do acordo...um novo ponto de vista...resgatar os velhos modos de pensar...pôr a prova o que já vivemos novamente em busca...em busca...em busca de novas respostas com as mesmas velhas questões?
Bom...precisamos conversar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário