domingo, 10 de abril de 2011

Samba Bobo do Malandro


Não reclamo da vida...nem posso...mas a vida é como um samba bobo de um malandro...
O malandro sempre caracterizado por algo envolvente...que nos ludibria toda vez em que ele ajeita seu chapéu...no passo a passo daquele gingado em que nossos olhos fitam de forma estática, excluindo o mundo inteiro perante algo tão hipnótico...até que nos permitimos...
Quando nos permitimos, nos deixamos levar na levada do malandro...
Somos guiados com maestria com passos nem sempre assimilados, mas sempre recém apresentados, de uma forma que nos cativa a cada sinal que a mão nos fornece...
Não olhe para o malandro...
Ele, tal qual uma medusa, nos deixa algo misterioso em nossas mentes, fazendo com que nossa curiosidade aflore de tal modo que não podemos evitar de olhar nos olhos do malandro...
Enfim a música chega ao seu fim...
Quem conseguiu sair inerte à todas essas atitudes do malandro, poderá prosseguir para a continuidade da roda de samba...
Aqueles que não lograram em evitar às ações do malandro, vão continuar na roda de samba bobo...
Ah...só pra esclarecer...o samba...é do malandro...
...o bobo...bom...

Um comentário:

  1. muito bom esse texto! sou totalmente de acordo, não olhar o "malandro" é foda...

    ResponderExcluir