sábado, 5 de março de 2011

Brincadeira de Infância


No árduo caminho do jogo da amarelinha, iniciei onde é necessário começar...pelo Inferno não...pulei direto para o número 1...mas logo que cheguei ao Céu percebi que tinha que voltar e que o Céu também não era tudo aquilo que imaginava...
Na brincadeira do polícia e ladrão até hoje fico pensando em que lado começar o jogo...é sempre bom fazer o papel do mocinho, mas praticar contravenções com o ser humano tem suas vantagens...não sei...acredito que exista...a maioria das pessoas cometem e dormem no travesseiro com um sorriso no rosto...
No pega-pega eu era sempre um dos mais rápidos e ágeis...era difícil me alcançarem...mas constantemente confundia as regras do jogo e me escondia esperando que ninguém me encontrasse até eu estar seguro de que era plausível dar as caras...
No vivo ou morto...ah essa brincadeira eu era bom...há de se ter uma ótima percepção pra escolher o estado que se tem de estar, não é!? Ou alguém precisa ditar o comando...só espero não estar jogando errado então...

Nenhum comentário:

Postar um comentário