quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Brincadeira de Criança...


Houve um tempo em minha vida em que eu era meio bobo...um tanto sarcástico...com uma pitada de comediante...
Não gostava de acordar cedo, ainda mais naquelas manhãs de chuva torrencial, em que chovia canivetes...aí que não saía mesmo...não tinha um guarda-chuva resistente a cortes...sempre ficava com a pulga atrás da orelha quando o céu escurecia...apesar de nunca ter achado tal pulga...
Quando falava isso para meus pais eles sempre mandavam plantar batata...mas não sabia onde comprava as sementes...droga...eles sempre ficavam de saco cheio dessas histórias...contudo, nunca achei-o, saco, sacola ou coisa que o valha...pior do que estar em minha pele, só estando na pele do tal Benedito, esse tem uma má reputação...eu acho...
Mas eles sempre tiveram paciência comigo, sempre dizem que a esperança é última que morre...imagino quem vai morrer antes dela...
Já disse que um dia eu vou melhorar, só que eles retrucam, dizem que é conversa pra boi dormir...nem sabia que boi me dava atenção...
Antes que eu acabe com a cabeça nas nuvens, espero terminar essa história sem fim...
porque se eu continuar inventando coisas...ninguém vai mais acreditar em mim...

Um comentário: