quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Prismas


A vida vista através de certas tonalidades, tem a capacidade ilusória de nos permitir vivenciar inúmeras sensações que muitas vezes estão atreladas à elas...
O amarelo por exemplo, ninguém consegue repetir a alegria de ver o mesmo sol por vezes durante a vida, ele sabe muito bem brincar com as cores...
O vermelho tem como paixão o objetivo de contrabalancear as coisas boas e as fúrias que emergem e fluem a partir do coração...
O verde é o contraste perfeito do azul do céu com as águas, a idéia de tranquilidade...
O anil nos serve apenas como alvejante para distinguir o azul do violeta, pois o violeta, demonstra a austeridade ou muito bem o mistério...é um enigma decifrá-lo...
O azul traz a idéia de introspecção, de paz de espiríto, lugares que somente nas nuvens ou nas profundezas pluviais é que se encontra o ambiente propício para tal...
O laranja vem com idéias fortes que marcam tanto quanto o fogo que queima quanto a própria fruta que mata a sede...
Por mais que esse texto possa se perdurar em muitas outras comparações, a idéia de poder quantificar todas elas, se misturam na minha cabeça deixando nela um temível e interminável papel em branco...

Um comentário:

  1. Poxa Xilipi...perfeito!
    mas esse papel em branco,é só vc pegar umas simples aquarelas e começar a pintar!!!
    Basta querer... bjos da sua fã

    Chris

    ResponderExcluir