quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Quem Somos?


A tal realidade ilusória onde convivemos é mais entorpecente que estar sob um efeito de algum alucinógeno em um ambiente psicodélico por natureza...
Não sabemos mais o real sentido da máxima: Do que somos feitos, daonde viemos...para onde vamos...
Por mais que eu esteja proferindo alguma tolice, peço auxílio neste axioma reflexivo que me perturba...
Somos feito de um tecido, que é classificado como organismo vivo, portanto, pode sofrer danificações perante algumas interpéries que podemos nos defrontar...
Sofremos de algo tão psicológico e emocional, que nos faz corroer de dentro pra fora, nos levando à situações mais suscetíveis do que uma fagulha ao lado de um monte de palhas secas...
Viemos de um caminho já traçados por muitos outros que permeiam até certo ponto da vida nosso destino, podendo modificá-lo apenas se nos permitimos um pouco de insanidade às regalias politicamente corretas que a vida nos admite vivenciar...
E vamos literalmente pra onde todo mundo já cansou de ir e está cansado de saber...lugar nenhum...por mais que eu esteja proferindo um discurso caótico, não existe nada de utópico nessas palavras...
O ser-humano por mais individualista que possa ser, é sempre atraído pelo cheiro do próximo...somos meninos frente à um banca de revistas, ávidos por novos adesivos, assim colando em nossos álbuns de figurinhas de experiências marcadas...em situações comuns onde todo mundo tem a sua colagem básica e aquelas mais àrduas de se conseguir, exibindo um sorriso triunfante, em posse da tal feito...
O que há de mais orgulhoso em nós, do que completarmos o nosso àlbum de figurinhas e podê-lo mostrar a todos...
...hum o conteúdo...bom...cada um cola o que conseguiu...

Um comentário:

  1. diante deste texto, eu faço das tuas palavras as minhas... soh resta uma duvida, E depois de completar o album com as figurinhas e mostrar a todos, o que será feito deste album?! parabéns lipe...não desperdice este talento! muito bommmm!

    ResponderExcluir