sábado, 6 de novembro de 2010

Maria das Dores


Cara...vou lhe dizer...como o ser humano adora causar...não consegue ficar parado um só minuto...é mais agitado que aquele tal de bicho carpinteiro, que na verdade, nunca existiu...
Talvez causar não seja a palavra correta...inventar quem sabe...é pode ser...
Nós (não posso me incluir fora dessa né!?) adoramos inventar "moda", sempre tentando provocar situações diferentes, uma espécie de mini caos a cada idéia genial que nos surge...mas o que adoramos inventar mesmo é dor...
Nunca vi ser vivo arranjar tanta sarna pra se coçar...
É dor de joanete, dor de joelho, dor no ciático, dor de barriga, dor de cotovelo, dor de garganta,dor no coração, dor de dente, dor de cabeça, dor de corno, dor de pessoa do gênero feminino que é desprovida de ato sexual de boa qualidade, dor na consciência, dores...infinitas...
Me questiono porque ganhamos um corpo que não sustenta todas essas auto-sabotagens...
Não posso acreditar que todas essas dores são oriundas de meros testes de limites...
Até hoje nunca vi alguém bater o recorde de dor de barriga de tanto dar gargalhadas...não lembro qual foi a última vez que tive dores nos músculos do maxilar de tanto sorrir para os outros...tão pouco conheço alguma pessoa que ficou com dores nas mãos de tanto bater palmas ovacionando algo tão belo de ser prestigiado...
...pois é escolham suas dores...

Um comentário:

  1. Bom seria mesmo poder escolher nossas dores, mas tem umas que não tem como escolher, elas simplesmente acontecem, o que nos resta fazer...é fazê-las parar de algum jeito. O melhor deles, é colocar seus princípios em primeiro lugar...e esperar o bom e velho amigo tempo fazer o resto!!!! hahahahah bjos Xilipi e mais uma vez...parabéns!

    bjs Chris

    ResponderExcluir