domingo, 31 de outubro de 2010

De Ponta Cabeça


Os de peixes são assim, de cima pra baixo ou o contrário, um esquema...
De alguma forma entende-se como um círculo vicioso
É um meio termo entre a conquista e a decepção desinformada...
Para nós o andar da roda gigante é muito mais que um sobe e desce colorido
O mistério, ainda persiste como um oásis, para os que tentam de alguma forma me iludir...
De alguma forma, me expressar, faz sucumbir minha guarnição que prezo tanto
Não gosto que as pessoas descubram o que se passa na minha cabeça...
Sou meio egoísta em relação aos meus sentimentos...
Muitas das percepções que tenho, guardo para mim
Por isso me torno um questionador de tudo...
As maneiras de se lidar com os outros são muito ingênuas,
Apesar de homem, gosto de algumas coisas complexas da vida
Não dá pra entender tudo que mostro de forma acessível...
Está certo que geralmente somos incompreensíveis por natureza
Crêem que não tenho os pés no chão...
Sempre conotam meus anseios como de uma mente vivida nas nuvens...
Nossos interesses por mais que sejam divergentes, são puros
Mas sempre que tento convencê-los...pensam que eu os subestimem
Na verdade não consigo ter êxito para que todos andem ao meu lado
Talvez por isso ninguém concorde comigo...
Sou um pisciano...fazer o quê?
Talvez se eu ler isso de baixo pra cima...não...vai dar no mesmo...

Um comentário:

  1. Felipe, voce não apenas escreve, mas envolve as pessoas nos seus textos.

    Cada leitura, um novo prazer a ser descoberto. Parabéns.

    ResponderExcluir