sexta-feira, 29 de outubro de 2010

...


...aqui venho, exibir toda minha idolatria por algo tão sublime quanto a sua importância demonstrada por mim através destas palavras...
As pintinhas do corpo de uma mulher, são para mim, um fascínio de uma magnitude que transpõe as fronteiras da minha libido...emoldurando retratos, pinturas, que como em qualquer outro lugar do mundo, arte tão valiosa...só é permitido admirar...
Não venho aqui falar das famosas somente...essas...chefes de estado e magnatas do mundo da moda já tiveram sua oportunidade, deixando para mim, mero mortal, apenas a voz suave de um "Happy Birthday Mr. President", ou alguma capa de revista que eu tenha a chance de visualizar...
Esses sinais, são parte de uma cadeia de informações onde nunca consigo solucionar o propósito final...sempre acabo me perdendo entre eles...um labirinto de indícios no desenvolvimento da estratégia para me iludir...zombando do papel de bobo que faço...
Na verdade, eles servem como presságio...me previnindo de algo que talvez não possa suportar posteriormente...se fossem de alguma personagem da mitologia grega, provavelmente estaria petrificado ao olhá-las...
Aposto que nesse momento, algumas, pensam que não possuem tais virtudes de quais eu estimo tanto...mas essa é única certeza de que não posso corroborar...todas mulheres possuem suas pintinhas estratégicamente posicionadas...seus sinais que as identificam como únicas...suas sardas semeadas ao vento suavemente depositadas sobre a pele...entre as demais...
Sabiamente minha ignorância me inebria toda vez que deparo com elas...assim continuo como um tolo...observando essas armadilhas de sedução salpicadas sobre a pele...

2 comentários:

  1. Tu vê né... odeio as minhas do rostos... eehehhehehe
    e qdo tive a oportuunidade em uma cirurcia, tirei uma q ficava acima do labio...

    Gostos e gostos

    x)

    ResponderExcluir
  2. essas "marquinhas" q eu assim como muitas meninas tenho... por muito tempo as odiei... e depois de uma longa caminhada eu pude sozinha perceber que elas naum eram meras marquinhas e sim parte de minha herança genetica e também parte das minhas historias, muitas delas causadas por grandes momentos ainda quando menina... belo texto lipe! parabens

    ResponderExcluir