sábado, 23 de outubro de 2010

Ambição Sem Fim


Estava eu assistindo um desenho animado, aquele dos dois ratos(ou camundongos), onde um é obcecado por dominar o mundo e é sempre cercado de finais fracassados, porém toda noite antes de dormir...ele lembra a todos que amanhã será um novo dia para trabalhar de um forma diferente acerca do mesmo objetivo...
Loucos!? Talvez...Einsten já dizia que louco é aquele que faz a mesma coisa todos os dias, sempre esperando um resultado diferente...não sei definir isso corretamente...
O que mais me intrigou nessa película, foi em que nenhum momento ele enfatiza o fracasso, não se deixa abalar por tal situação...
O ser humano por outro lado, não consegue vivenciar por um segundo se quer tal momento...o ato de falhar é sempre delineado por alguma interpérie que fuja seu alcance...se eximindo sempre...e logo esquece seu objetivo...focando diretamente em desculpas...
Se pegar em um momento onde as rédeas de nossa carruagem, não estão mais em nossas mãos, é uma aflição enorme...toda pessoa é, por natureza, despreparada para isso...não possuímos àquela capacidade de resiliência daonde os grandes emergem...afinal...Fênix é um mito, correto!?
A grande falha que nos faz tornar imóveis, estagnados em uma espécie de areia movediça, é que apenas salientamos nossas experiências fracassadas...de uma forma ou de outra emolduramos ela a cada diálogo, como uma medalha de honra do sofrimento passado...
Aliás o ser humano sobrevive em cima de seus sofrimentos, e quando há o outro envolvido, deveríamos ter um monumento póstumo, como soldados mortos em uma guerra por um amor...tema universal dos escritores que homenageiam seus "vilões" e "heróis"...
Para não termos aquele sentimento de impotência perante as pessoas, não nos basta fazer o outro entender o que desejamos...e sim dividir os mesmos anseios...afinal 1+1 é igual a 1+1...precisamos ser tão corajosos quanto o amor...Hendrix não poderia estar tão fora de suas faculdades mentais quando expressou isso...afinal é o que iremos fazer amanhã...a mesma coisa que fazemos todos os dias...
...tentar conquistar o "outro"...

7 comentários:

  1. Pink e o Cérebro nos ensinam mais do que podemos imagimar... Ensinam a ter confiança um no outro, a não desistir das pessoas e dos sonhos, a recomeçar todos os dias, a não ter medo de errar...
    Erramos mais quando tentamos conquistar outras pessoas. Quando fazemos isso, estamos vestindo uma roupa que nem sempre é nossa, e quando tiramos, os outros podem não gostar do que estao vendo...
    De nada adianta plantar flores, se não cultivares o jardim....

    Ótimo texto.
    Bjooos.

    ResponderExcluir
  2. Pois bem, creio que o ser humano faz isso de acordo com a regra do se errar, aprenda com isso, pois se errar novamente sera burrice... Então ele pega suas experiencias como verdades absolutas e as memoriza, de forma que se tenha sido prejudicado não torne a faze-lo... ou ainda pense ser incapaz disso...
    Também há o ditado que diz que apesar que ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo....qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim...
    Mas para um ser que vive quase sempre na base do comodismo, fica mais facil ir se habituando com as situações, emolduramdo suas expectativas e tambem personalidade de acordo com sua vivencia, incluindo sucessos ou mágoas.
    Não julgo muito não.

    ;*

    ResponderExcluir
  3. podemos fazer todos os dias a mesma coisa, mas de uma forma diferente... não podemos mudar os "fracassos" nem as "vitorias" q tivemos... mas podemos sempre tentar criar um novo final para as coisas... ou não?!
    com as "coisas" q vivemos aprendemos a nunca esquecer q 1+1 com certeza é igual a 1+1 ;) parabens mais uma vez lipe...

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o texto!! Confesso que nunca observei o contexto do desenho :$
    Acho as pessoas deveriam assitir pink e cérebro e ler teu texto depois. Pena que aqui não passa mais...

    Beijo e prometo que não vou mais sumir..hehe

    ResponderExcluir
  5. Bacana o texto.... mas até que ponto o outro interfere e divide o crescimento pessoal e a forma do indivíduo lidar com o fracasso...?

    ResponderExcluir
  6. um dos melhores desenhos da minha época!!
    Talvez a carência, tão comum em nosso dias seja o principal motivo pelo qual os fracassos sejam tão evidênciados, queremos atenção.. e qual maneira melhor de conseguilá do que expressando as nossas dores?
    Mas.. a mensagem que levei deste desenho, não é necessariamente dominar o mundo, mas dominar a mim, pra que a cada dia eu possa dominar meus anceios, minha raiva, minhas magoas, meu entusiamo, meu amor, minhas alegrias a minha vida, pra tentar uma justa medida e como no mito da fênix, renascer das cinzas.. ser uma pessoa melhor para um mundo melhor...
    Mas a pergunta que fica: que mensagem nossos desenhos atuais transmitem para nossas crianças?? Tenho medo de como serão os futuros seres humanos.
    Ótimo texto Felipe!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  7. Lipeeeeeeeeeeeeeeeeee meu maninho........ vc realmente sabe o que escrever, hein! (se eh q me entende rs). Disse que talvez eu fosse gostar do texto, mas eu amei! rs parabéns, vc está cada vez melhor, se superando a cada dia, e seguindo o exemplo de "pink e o cérebro" rs.
    Parabéns mais uma vez, eh meu orgulho! Orgulho da família!
    bj
    (Iris)

    ResponderExcluir