sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Versus


São infinitos os questionamentos sobre o certo e o incerto (e não errado)...As diferentes medidas que existem no mundo, são basicamente, meros pré-julgamentos tolos que não fomos a fundo investigar...
E não vai ser nenhum Feng Shui bem elaborado, que vai arcar com os rumos...não seremos cortejados pelo Yin Yang...desculpem meu pré-julgamento...
O estado que muitas vezes nos encontramos, indo de acordo com a primeira Lei de Newton, não nos direciona cegamente a um futuro falho...nem mesmo consegue taxar nosso passado...porém é penoso pensar que vamos ganhar algo como presente surpresa...
O processo ilusório de segurança e conforto que "construímos" com o tempo, de nada pode ser classificado como mórbido, entediante, monótono...no máximo podemos indentificá-lo com um Cavalo de Tróia...no máximo...
O que me incomoda de verdade, é aquela coragem ignorante, de se atirar em um front de guerra, com a idéia de ingênua de que algo supremo vai acudir...ou mesmo os ingênuos ignorantes...só pelo fato de serem assim...não conhecendo e antevendo possíveis barreiras...obtêm exito...não...não é inveja...
Sim...é inveja...inveja de não ter culhões necessário para dar cara a tapa...a virtude de tentar algo sem se preocupar muito com o futuro distante...um planejamento sem diretrizes...
Sempre quis dar voz a tentação...mas há tempos em que a razão ocupa a chefia das minhas decisões...

2 comentários:

  1. Hmmmmm
    curte soh....

    "(...)não preciso ter razão,
    o tempo todo. Não é bom? Isso lhe dá a
    liberdade de estar certo parte do tempo. E sabe o que mais descobri? Eu posso estar certo, e você também pode estar certo.
    Ambos podemos estar certos. Existem dois certosl E então descobri que podem haver 200 certos, que na verdade não existe um certo ou um errado, mas uma imensa zona
    cinzenta, com todo tipo de graduação."

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Não existe certo ou errado, mas escolhas que nos levam a caminhos diferentes...

    Sheila

    ResponderExcluir