segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Até Onde Ir...


Garanto que todo mundo já se pegou por pensar na questão: Quais são meus limites?
Essa pergunta tão subjetiva norteia todos nossos princípios e nos caracteriza moldando nossa personalidade ao longo da existência na Terra...
As pessoas que nos cercam auxiliam diretamente impondo nossos limites...
Quem aqui nunca se pôs em dúvida em conquistar certos objetivos em troca da liberdade...nada tão fora da realidade e absurda quanto parece...mas diariamente estamos sucetíveis à essas situações...
Uma decisão mal pensada, algo feito por impulso, a vontade de fazer justiça com as próprias mãos, a vista grossa frente algumas cenas, a indiferença em forma de descaso à outras...
Mas de que forma conhecer esses extremos sem pôr em risco nossa integridade, evitando tanto os "acidentes" físicos ou psicólogicos...
Pois bem a idéia do planejado me deixa muito menos inseguro em relação a esses possíveis percalços...sim...menos inseguro...para que possamos tranpor nossas fronteira provavelmente nos sujeitaremos a algo que não estamos acostumados a realizar...de tal forma que isso não me deixa muito confiante à espera do resultado final...afinal...um simples: Não!, pode nos machucar muito mais que um tapa na cara...
Quando pensamos nas consequências, dificilmente evitamos sair do marasmo de nosso núcleo seguro, nos contentamos apenas em olhar pelo buraco da fechadura...imaginando como será estar do outro lado da porta...

3 comentários:

  1. poutzz... sinto q toda pessoa deveria saber seus limites... algumas não têm noção disso...

    adorei o texto
    bjssss

    ResponderExcluir
  2. Limites
    Até onde ir?
    Cada um tem que pensar na verdade ate onde vale a pena ir...
    ou que vale a pena fazer.
    E quando passa aquela siuação que soltamos aquele "ainda bem não fiz/nao aconteceu..."
    Se arrepender apenas pelo que se não fez as vezes pode ser perigoso, e cada um deve saber a hora de parar de SE enganar e dai então tomar uma atitude, seja ela ultrapassar seus limites ou sair de cena.

    =)

    ResponderExcluir
  3. Sou a favor de ir até o limite, ter coragem de passar para o outro lado da porta, mesmo sabendo que lá posso receber um NÃO. Então penso que o tal NÃO tem o mesmo tamanho do SIM e sigo meu caminho...

    beijoooo

    ResponderExcluir