quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A Exceção


Já reparou alguma vez, que nós seres humanos, trancafiados em nossos próprios conceitos morais somos muitos semelhantes às nossas leis...porque digo isso? Porque de alguma forma ou em algum (ns) momento (s) da nossa existência terrena, seremos suscetíveis ao que não vai de acordo com nossos princípios...
Até então, enquanto isso não atrapalhar o andar da carroagem do próximo não vejo como uma questão perturbadora, mas por ser algo totalmente subversivo criamos alvos onde podemos atirar as nossas flechas de desculpas podendo desviar o motivo da culpa...
O que me incomoda é exatamente isso porque toda exceção da regra tem que vir acompanhado em cima de um cavalo branco que quem o doma, geralmente é atentido pela alcunha de MOTIVO, RAZÃO, DESCULPA, e CONDIÇÃO...
As exceções da regra não podem ser vistas como algo proibido pela humanidade ou a partir disso irei me considerar um Infrator-Mor...
Faça porque quer...faça por IMPULSO...faça por DESEJO...faça por CURIOSIDADE...mas não fique atrás dos muros...se não foi como esperava...diversifique...a vida está repleta de exceções...as melhores e mais proveitosas coisas da vida são realizadas em cima das exceções...longe de mim viver em cima delas...porque aí sim a minha regra se tornaria exceção...

5 comentários:

  1. Adoro as exceções :P
    amei esse texto!!
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Quem segue a regra é a exceção!!!

    bjo Sheila

    ResponderExcluir
  3. Sheila.. concordo plenamente ctg!

    ResponderExcluir
  4. Para toda regra existe uma exceção e isso é regra =D axo que elas são como os pequenos detalhes, fazem toda diferençaa!

    Beijooo Idiiiotão =D

    ResponderExcluir
  5. Quebrar regras pode ocasionar decepções e mal interpretações...
    Para tal, se faz necessário ao menos um cúmplice.... nem q sejam nossos sonhos...

    ResponderExcluir