segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Crimes


Segundo o Código Penal subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência à pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência, é considerado roubo, com suas devidas medidas reclusivas como sentença...bem em partes discordo...
Não há prazer melhor do que roubar um sorriso de alguém...uma criança, uma pessoa querida...disso sou até capaz de ameaçar mesmo, mesmo que por medidas violentas mediante algumas cócegas...
Mesmo tendo por alguns instantes, o desejo de cometer essa contravenção, tal ato chega a ser contagiante por todos que assistem ou sofrem com isso...
Há ações mais perigosas que se deve prestar muita atenção às consequências como a execução de roubar um olhar...um beijo...tal crime exige um planejamento tão árduo e complexo que faria inveja à qualquer produção de hollywood de quadrilhas que furtam fortalezas altamente guarnecida de defesas...
Agora, extorsão maior que roubar o coração de alguém não há...isso por mais que seja com ou sem intenção, sempre foi e sempre será um crime perfeito...onde os suspeitos nunca sofrerão e cumprirão pena por isso...vida longa as vítimas de corações subtraídos...

5 comentários:

  1. o complicado é que em um furto, ainda temos o recurso, se estivermos atentos, de fugir, revidar, esperniar, ter alguma reação.. Mas tratando-se do coração.. qdo percebemos, ai é tade... já fomos roubados..

    ResponderExcluir
  2. ADOREI o final... muuuito bom.

    E assim vamos né? Todos furtados e fu... ou não heheheheh

    PARABÉNS FELIPE, cada vez mais adoro teus textos.

    BJSSSS

    ResponderExcluir
  3. Noooossssaaaa!!! Me senti uma criminosa sem modéstia! Mas principalmente uma vítima... sem medo da autopiedade!
    Muito bom Felipe...
    Beijos
    Sheila

    ResponderExcluir
  4. Gostei dimais da conta desse! n sei pq...¬¬ rs
    .....Forte emoção ou paixão não são excludentes de ilicitude ou caracterizam imputabilidade do agente(art. 28 CPB) Entretanto, sao elementos que justificam a tenuação da pena.......
    ;)

    ResponderExcluir