domingo, 13 de junho de 2010

Rumos


Qual é o esforço que você faz por você mesmo? É equivalente ao mesmo que você gostaria de receber?
É de comum acordo (eu, comigo mesmo) que existem várias situações em nossa vida onde ocorre uma auto-sabotagem...
Difícil de crer nisso quando só desejamos o melhor para nós mesmos, mas alguém aqui já conseguiu impor todas suas convicções em todos os momentos?
Excetuando os momentos em que somos voto vencido, há situações em que nós abrimos mão de certos anseios com os quais esperamos e que nossa vontade seja respondida pelo fracasso de não se impor ou pela teimosia de outros para assim então elevarmos nosso ego com a conviccção de que estávamos com a sabedoria em nossas mãos...essas mesmas de quais previamente desistimos...
Podemos nos questionar sobre que realmente queremos...a simples decisão de deixar as coisas nos levarem, não signfica que não desejamos tomar partido sobre as mesmas...
Conseguimos tomar nossas decisões por simples atos ou palavras...só não reconheço o peso de cada uma delas...
Sabendo que as palavras dão voz aos sentimentos e um ato responde em silêncio o que se quer dizer, continuo sem respostas sobre quais serão as minhas decisões...mas sigo em busca de como fazê-las...

Um comentário:

  1. Que difícil isso... Mas ainda acho que os atos são mais importantes e dizem mais do que as palavras =)
    "Vows are spoken to be broken
    Feelings are intense, words are trivial
    Pleasures remain, so does the pain
    Words are meaningless and forgettable"

    ResponderExcluir